Menu Close

Meninas Felizes, Mulheres Seguras: Criando Garotas Fortes

 ‘’ A preocupação com o corpo, a relação com a vaidade e com a carreira profissional, a divisão das tarefas domésticas e os estereótipos que cercam a feminilidade, são questões que precisam ser trabalhadas, desde cedo, com as pequenas, com muita conversa, respeito e exemplo.’’

Ter filhos é uma responsabilidade e tanto, não é mesmo? Educar, ensinar, proteger um outro ser ‘humaninho’ tão indefeso e fazer com que ele se torne forte para os impactos da vida, não é uma tarefa fácil. Criar meninas dificulta ainda mais essa tarefa. O mundo em que vivemos parece estar de cabeça para baixo em várias questões e as pressões e imposições a qual mulheres passam diariamente são grandes. É importante pensar como os pais podem colaborar para criar meninas que cresçam mais fortes, seguras, independentes e realizadas!

Não critique seu corpo na frente dela

Nossos filhos têm tendência a copiar nossos comportamentos, já que somos exemplos para eles. Várias vezes tentamos nos encaixar no padrão de beleza imposto, o que torna comum a insatisfação com o nosso corpo.

Se sentir gorda, magra, alta ou baixa demais, são as características que mais observamos e nos incomodamos. Praticar exercícios e cuidar da alimentação são práticas ótimas, mas evite se comparar e dizer que assim sua filha ficará bonita. Amar-se, em primeiro lugar, e depois ensinar sua filha a se amar do jeitinho que ela é.

Elogie suas qualidades

É muito comum elogiarmos alguém pela aparência, é quase uma cultura, mas isso deve ser mudado, a beleza não é tudo e as pessoas são muito mais que isso! São inteligentes, corajosas, determinadas, amorosas, engraças…mostre para a sua filha que a beleza é uma gota do oceano de qualidades que ela tem.

Incentive a sua independência

Mostre para sua filha que ela pode fazer grandes coisas e realizar sonhos sozinha e, que isso não significa solidão ou que nunca será ajudada e precisará de alguém, e sim, que é importante ter firmeza para alcançar o sucesso da sua própria felicidade.

Respeite suas escolhas

Já que falamos de independência, autonomia é tão importante quanto. Chegará uma época em que sua filha fará suas próprias escolhas. Se isso está dentro ou fora do padrão imposto pela sociedade, não importa. Os desejos sinceros e inocentes da sua filha devem ser respeitados.

Mãe, não se abandone

A maternidade é uma dádiva, mas quando se torna mãe, a mulher, muita vezes deixa sua vida de lado. Não se limite, sabemos que o cansaço chega, que o tempo se torna pouco para fazer tudo, mas não se limite. Tenha seus gostos, um olhar querido para si, um tempo para si, realize seus sonhos e suas vontades, mãezinha. Você merece!

Evite a super exposição nas redes sociais

A internet é uma grande aliada, mas há malefícios se não utilizada da forma correta. O campo de felicidade e perfeição absoluta através das telas pode trazer tristeza, caso esteja enfrentando alguns problemas ( e claro, todo mundo tem, mas não demonstra em redes sociais). Com as crianças não é diferente, já que a geração dos pequenos entrou com tudo no mundo cibernético. Mostre a realidade para ela, e a ensine a conviver bem com isso.

Ensine-a a dizer não

Essa é uma das melhores maneiras de mostrar o seu respeito. A gente acha que vai ser boa se sempre estiver disponível, mas isso não é verdade. Saber dizer não pode ser uma ajuda para você e para quem está pedindo algo. Filhos se tornam fracos se não souberem ouvir e dizer a palavra não.

Tarefas caseiras

Saber fazer as coisas dentro de casa não é virar Amélia, e sim, uma questão de sobrevivência. O senso de responsabilidade é praticado com as tarefas. Assim como elas tem o direito e o dever de brincar e estudar, precisam aprender a limpar e organizar aquilo que sujam e bagunçam.

Enfim, o importante é que sua pequena entenda, desde cedo, o seu valor e o quanto ela é uma pessoa especial, com todas as suas qualidades e defeitos. A autoestima é algo construído dia a dia e você pode colaborar – e muito – assim criar meninas para que elas cresçam e se tornem mulheres mais confiantes, seguras e realizadas. Isso, com certeza, irá contribuir para que ela se relacione melhor consigo mesma, tendo uma postura mais sensível, empática e gentil com as pessoas que a cercam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *